CFF pública de referência mínimos, no caso de a Farmácia da Clínica, o Ímã de geladeira e o Gráfico de Mavicle-Promo

O Conselho Federal de Farmácia, deu-se a conhecer aos referentes das agências, e, no caso de que a farmácia clínica e atenção dos farmacêuticos

Estão disponíveis os referentes mínimos para o reconhecimento dos cursos livres da Farmácia, Clínica, Cuidado, o Farmacêutico, que se destinem à especialização profissional, que não tenham o caráter da educação. Desta forma, os cursos livres são aqueles em que são oferecidos por parte das entidades a que estão sujeitos à regulamentação do Ministério da Educação, no curso de pós-graduação, em sentido Amplo e em sentido estrito.

O reconhecimento de cursos livres e de especialização profissional do farmacêutico,que não tenham caráter acadêmico, o que permite que o farmacêutico, no registo da formação recebida no cartão de Identidade Profissional.

Veja Mais

O RAPRaia Drogasil apresenta o título de a marca de produtos de higiene e de beleza paraos Medicamentos deAção, nas farmácias, para ajudar as pessoas de idade avançada, a organização da rotina diária dos medicamentos eas Notícias daChave que abre o prazo de inscrição para o programa de desenvolvimento da ciência e

De acordo com os de referência, aprovado na plenária do passado mês de abril, a fim de que sejam aceitos pela Diretoria, os cursos devem ter carga horária mínima de 540 horas. Permite que a parte teórica, com 164 horas, desenvolveu-se na modalidade de educação a distância (EAD). No entanto, nas avaliações realizadas no esporte, que deve ser o de sempre.

Na parte prática, deve dispor de, pelo menos, de 376 horas do dia. Entre eles, pelo menos em 60% (226 horas, pelo que conta com um paciente real, em um ambiente real. E na relação professor-aluno nas aulas práticas, em que o número máximo de 12 alunos por cada professor.

Além disso, nos relatórios que apresentem uma proposta de projeto de um curso, no processo de ensino-aprendizagem e avaliação de competências clínicas, o perfil do egresso. O egresso deve estar apto para o exercício do cuidado farmacêutico, tanto nas ações de saúde pública, assim como no cuidado individual, bem como na execução das actividades transversais, tais como a organização e a gestão dos serviços, o desenvolvimento pessoal e profissional para o cuidado da saúde.

Foto: Shutterstock Fonte: comunicado de autenticação extensível (EAP)

Compartilhar:

Fonte: guiadafarmacia.com.br/cff-publicação de referência-minimos-de-cursos-em-farmácia-na clínica

Fonte: imadegeladeira.com/cff-publica-de-referencia-minimos-para-os-cursos-de-farmacia-da-clinica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *