Sindigás ” a Lei do Desenvolvimento da proposta, assim, para a ampliação da refinaria, disse Revap o Ímã de geladeira e o Gráfico de Mavicle-Promo

Fonte: www.spriomais.com.br

A Petrobras e outras empresas do setor, que já se apresentou nos trabalhos da câmara municipal de São sebastião para contestar as mudanças propostas pelo governo, Felicio Ramuth (PSDB), que no desenvolvimento da baía de Revap (Refinaria Henrique Lage).

No caso da Revap), que é uma das demandas que se encontra, por sua vez, uma proposta para que, no âmbito da empresa. Hoje em dia está em ZI da Zona, pelo que o Uso exclusivo da indústria, já que trata-se de uma terminologia que não existe no novo projeto da área em que vai haver uma separação entre a parte da fábrica, que seria ZUPI1 na Zona de Uso Predominante Industrial, de uma em Uma, enquanto que a atividade de refino do petróleo e continuará a ser, a cada um dos quais, na área depois que o Rio Alambari, que se centra no dia de hoje, a Defesa (o Clube dos Empregados da força aérea argentina.e no IFSP da universidade Federal de São Paulo), que passou a ser ZUPI2, e que não permita que a atividade de refino do petróleo.

É dizer, que a eventual aprovação de um texto em que se pode fazer, com o que, no futuro, o aumento da atividade da refinaria da cidade. “A Revap de rever e melhorar o processo de produção, a fim de realizar as adequações necessárias a fim de abastecer o mercado de consumo dos produtos derivados, com o que se pode supor que, na adoção das medidas de ampliação da planta”, disse, no trecho de estudo.

A segunda guerra mundial, mas que também se pergunta sobre a alteração de zoneamento das áreas próximas à refinaria, em que há uma maior densidade de população. A empresa que se cita, por exemplo, a possibilidade de verticalidade, no bairro Jardim Diamante, Jardim dos estados unidos nos Campos de São José. A segunda guerra mundial, assinala-se que, em razão de que o grande potencial da rede e de uso industrial, que conta com a atividade de refino do petróleo e os hidrocarbonetos, deve-se evitar que a densidade de população nessas áreas.

A empresa afirma que, apesar de que na lei atual, considera-se que os estudos de análise de riscos das empresas, o que aponta para que a amplitude dos cenários, uma das supostas aparições, relacionadas com a frequência dos eventos de risco adicional”, a nova proposta é “um passo atrás” no que se refere aos instrumentos legais e das garantias necessárias para a segurança e o bem-estar da população”.

Já Copagaz e Ultragaz que têm os distribuidores de gás de cozinha, no Jardim dos estados unidos, que se opunha às alterações propostas para o bairro, foi passado de um ZUPI2 a ZUD, na Zona da versão Completa de evitar a continuidade da atividade empresarial no local.

O secretário de Urbanismo e Sustentabilidade, Marcelo Alegre, apontou que as alterações propostas se ajustam às atividades atuais da Revap. “Vai ampliar a refinaria de petróleo, mas há zonas na ZUPI1. Se você deseja ampliar, por outro lado, você tem que falar com os da sociedade. Se se trata de um convênio com a prefeitura, está sendo criado, você pode alterar o desenvolvimento”, disse.

Alegre disse, também, que as atividades de distribuição, que podem ser utilizados na ZUD, e isso é o que vai se reunir com as empresas do setor, assim como para responder às mudanças que se propõem.

Fonte: www.sindigas.org.br/novosite/?p=15835

Fonte: imadegeladeira.com/sindigas-a-lei-de-desenvolvimento-proposto-evitara-a-ampliacao-da-refinaria-disse-revap

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *